FeaturedGeekModa

Adidas Dragon Ball – tênis de Dragon Ball!

adidasdragonball
Oi, gente!

Eu amo tênis, em especial a Adidas, que é minha marca de tênis preferido. E eu amo Dragon Ball (quem acompanha aí minhas redes sociais sabe do que tô falando). Então imaginem como não fiquei ao ver que as duas iriam se juntar e criar a coleção Adidas Dragon Ball? Sério, eu tô dando pulinhos até agora.

Serão oito modelos já confirmados, com rumores de outros que possam vir a ser confirmados em breve. Eu achei legal que são de sagas importantes de Dragon Ball Z representadas pelos seus vilões e seus oponentes. E como bônus ainda temos o ShenLong e o Super ShenLong (que aparece no Dragon Ball Super).

O melhor de tudo é que a Adidas pensou no nosso bolso e vão lançar dois por mês, começando em agosto! Menos mal, menos difícil de conseguir comprar #adeusdinheiro

Mas vamos ao que interessa: os modelos!

adidas dragon ball modelos

Eu estou apaixonada pelo Frieza!! De longe meu modelo preferido, as cores, tudo. E o Frieza é um dos meus vilões preferidos. O modelo do Gohan também me agradou (oi, pessoa apaixonada por roxo!) e o modelo do Vegeta eu quero porque é Vegeta, né, mores? Adorei os detalhes da lingueta do tênis imitando a armadura do Vegeta. Achei legal também já ter referência ao Dragon Ball Super, o que indica que pode ser que vejamos modelos inspirados no Super logo aí.

Eu espero que a Adidas se inspire mais ainda e crie outros personagens. Eu amaria ver um modelo inspirado na Bulma, porque as cores do cabelo dela/roupas dela me agrada demais! Vai, Adidas, lança a linha feminina aí com a Bulma, 18, Videl, Chichi…

Não se sabe ainda os preços, mas já se sabe que os itens serão de edição limitada, o que significa que não virão lá muito baratos. Se ele vier para o Brasil, já estamos no lucro!

Quem aí já pirou também?


Imagens: YeezyMafia


Daniele Polis
Paulista e Paulistana, sou louca por viagens, fotos, moda, sapatos e compras. Adoro comidinhas, bons drinks, coisas geeks e sempre sonhei em ser uma princesa Disney. Também escrevo no Trippolis.

Deixe uma resposta